Brasil perde amistoso de voleibol contra Argentina disputado no Ginásio Nélio Dias

Por Rosinaldo Vieira
Natal – Com o Ginásio Nélio Dias lotado, com cerca de 7 mil torcedores, todos vestidos de camisetas amarelas, as seleções de voleibol do Brasil e Argentina realizaram um jogo amistoso preparatório para os jogos Pan-americanos 2015, que será realizado no período de 10 a 26 de julho deste ano na cidade de Toronto no Canadá. Depois de cerca de três horas de jogo, o resultado final foi Brasil 2 x 3 Argentina, com parciais de 25/21, 24/26, 18/25, 25/23 e 15/13.

As duas equipes não vieram com suas seleções principais, que no caso do Brasil está participando da Liga Mundial de Vôlei. É tanto que o técnico brasileiro neste jogo foi Maurício Motta Paes e não Bernardinho. Mas isso nem de perto tirou o brilho do evento. A partida foi bastante acirrada dos dois lados, com as equipes se revezando no placar e nas pontuações. Destaque para a torcida natalense, que levantava a equipe brasileira em todos os momentos, ao mesmo tempo em que vaiava os argentinos quando estes estavam com a posse da bola.
Destaque
O ponteiro Douglas Souza, da Seleção Brasileira, de apenas 20 anos, foi o maior pontuador da partida com 25 pontos. Ele que se destacou nas categorias de base da seleção brasileira, teve, nesta partida, a oportunidade de vestir a camisa amarela e sentir a força da torcida. “A partida, apesar de ser um amistoso, teve um gosto de final de campeonato. Foi um pecado perdermos, mas este foi o primeiro jogo oficial que fizemos. A torcida lotou o ginásio. Mas ainda temos muito trabalho pela frente para fazermos melhor nos outros amistosos”, disse o atleta. O capitão Maurício Borges também citou a falta de ritmo como fator para o resultado adverso.

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Voleibol (FNV), Igor Ribeiro Dantas, considerou ao final do jogo que toda a estrutura garantiu alcançar os resultados esperados. “E o melhor é que agora estamos mais do que credenciados para receber partidas da Liga Mundial de Vôlei, uma pretensão nossa para o próximo ano”, disse o presidente da FNV.

O treinador Maurício Motta Paes, que esteve à frente da equipe do Brasil neste jogo, será o substituto do técnico Rubinho nos dois primeiros confrontos no Pan, já que a competição continental tem datas concomitantes com a Fase Final da Liga Mundial. Para o técnico o ambiente em torno do jogo já valeu como bom teste para o time verde e amarelo. “O jogo teve um clima de Copa do Mundo. Jogar em um ginásio lotado, com o apoio do público serviu de grande experiência para os garotos. Foi uma vivência sensacional para o que estamos construindo para o Pan. A Argentina teve muita qualidade no saque, o levantador deles fez a diferença hoje. A capacidade de reação que tivemos no segundo set foi um ponto muito positivo”, analisou o técnico Maurício Motta.

Já o diretor de Competições da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Radamés Lattari, que acompanhou a partida em Natal, o objetivo de trazer este jogo para Natal faz parte de uma estratégia da CBV de popularizar este esporte por todo o Brasil. “E comprovamos que Natal, com o ginásio Nélio Dias, tem todas as condições de realizar uma partida de volibol de nível internacional, inclusive da Liga Mundial, como pretende a FNV. Falta apenas estreitar os laços e ter um bom apoio do poder público local para ter essa garantia total”, disse o diretor da CBV, Radamés Lattari.

Homenagem
Ao final da partida, o capitão da Seleção Brasileira, Maurício Borges, recebeu do secretário municipal de Esportes e Lazer de Natal, Luiz Eduardo Machado, a placa Cidade do Natal, homenageando a passagem da equipe do Brasil pela capital potiguar. O titular da SEl ainda entregou o troféu Desafio Internacional, entre a equipe vencedora, no caso a Argentina.

Agenda
Argentinos e brasileiros ainda permanecem em Natal neste domingo (5.7), quando durante a manhã treinam na academia da AABB no Tirol e em seguida almoçam no Hotel Holiday Inn Express, onde estão hospedados e por volta das 18h embarcam para a cidade de Fortaleza no Ceará, onde na segunda-feira (6.7), fazem o segundo amistoso a partir das 18h30 e depois no próximo dia 11, o terceiro e último jogo preparatório na cidade de João Pessoa na Paraíba e no dia seguinte, 12, embarcam para a cidade de Toronto, no Canadá para disputa do Pan-americano 2015.

Ficha Técnica:
Jogo: Brasil (BR) 2 x 3 Argentina (ARG)
Sets: 1º (25 -BR / 21 – ARG) – 2º (24 – BR / 26 – ARG) – 3º (18 – BR / 25 – ARG) – 4º (25 – BR – 23 – ARG) – 5º (13 – BR/ 15 – ARG)

Competição: Amistoso Internacional
Arbitragem – Árbitro 1 – Fernando Paes (RN – Brasil) – Árbitro 2 – Rodrigo Paiva(RN – Brasil)
Local: Ginásio Nélio Dias – Natal – RN

Público: 7 mil torcedores
Equipes

Brasil: Renan Buiatti, Murilo Radke, Maurício Borges, Doulgas Souza, Otávio e Maurício Souza. Líbero – Tiago Brendle. Entraram: Flávio Gualberto, Rafael Araújo, Thiaguinho, Bruno Canuto, Kadu e João Rafael. Técnico: Maurício Motta Paes

Argentina: Martina, Gonzalez, Palacios, Zanotti, Franetovich e Guzmán. Líbero – Lopez. Entraram: Koukartsev, Chirivino, Quiroga Técnico: Martin Lopez

Fotos: Adrovando Claro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *