Maternidade José Varela continua fechada

Macau – No  dia 25 de dezembro de 2015 a maternidade José Varela (Associação de proteção à Maternidade e a Infância de Macau – APAMI) completou 68 anos, já que a mesma foi criada em 1947 pelo  prefeito, na época, José Fernandes de Melo. Mas não houve motivo para comemoração, pois se encontra fechada por falta de recursos.

Por diversas vezes o Diretor da APAMI Hailton Marques (farmacêutico)  buscou apoio do poder público para manter a maternidade funcionando e sempre encontrou e encontra resistência, principalmente da Prefeitura de Macau que ignora a importância da maternidade para a população macauense.

Em março de 2015, após a posse do governador Robinson Faria, Hailton Marques e os médicos José Antônio Menezes e Eduardo Lemos levaram ao conhecimento do Secretário de Saúde do Rio Grande do Norte, Ricardo Lagreca, a situação de dificuldade em que se encontra a maternidade.

O objetivo era encontrar uma forma de salvar a maternidade José Varela. Já se passaram nove meses e nem o governo do estado e muito menos a prefeitura de Macau nada fizeram para que a  maternidade seja reaberta.

Falta de prioridade – Enquanto alguns políticos macauenses discutem futilidades, esquecem de investir em algo que beneficie a polução macauense como a maternidade José Varela, o Teatro Hianto de Almeida, a Casa da Cultura, o Matadouro, o C-Básico, a estrada de acesso  Diogo Lopes/ Guamaré, geração de emprego e renda e em educação e saúde de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *