Conta de luz dos brasileiros deve ficar mais barata a partir do próximo mês

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) sancionou, nesta terça-feira, 26, o novo valor de cobrança para as bandeiras tarifárias amarela e vermelha que passam a vigorar a partir de 1º de fevereiro, uma redução de 3% na conta mensal de luz

images2CU210LKSegundo dados da Aneel, a bandeira vermelha passará a ter dois patamares: R$ 3,00 e R$ 4,50, aplicados a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos, já a bandeira amarela passará a R$ 1,50, aplicados a cada 100 kWh. A aprovação do novo patamar foi deliberado após audiência pública que recebeu 54 contribuições da sociedade entre 17/12/2015 e 17/1/2016.

Para o diretor da Aneel e relator da matéria, André Pepitone da Nóbrega, a definição de dois níveis para a bandeira vermelha permitirá maior flexibilidade e aderência frente às variações dos custos de geração de energia.

Para os consumidores, a bandeira vermelha continua a indicar que a energia encontra-se com alto custo de geração e devem ser mantidos o uso eficiente e o combate ao desperdício da energia elétrica.

Atualmente, o sistema tem três patamares, representados pelas bandeiras verde, amarela e vermelha. Na primeira, não há custo adicional e, portanto, os consumidores não pagam nada a mais. Na amarela significa que houve algum aumento no custo para gerar energia, já a vermelha, que esse custo de produção está muito alto.

No ano passado, as contas de energia elétrica subiram, em média, 51% no país, segundo o IPCA (Índice oficial de inflação), mas a alta foi ainda maior em algumas regiões metropolitanas, como em são Paulo 71%, Curitiba 69% e Brasília 56%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *