Einstein demite 104 pessoas que ocupavam cargos comissionados, incluindo três secretários

Macau – Após as eleições municipais, onde seu candidato a prefeito Zé Antônio foi mal sucedido nas urnas, o prefeito interino de Macau Einstein Barbosa não poupou nem mesmo àqueles que foram às ruas defender o nome do seu candidato.

“Alegando o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal”, Einstein demitiu (exonerou) na sexta-feira (07),  104 pessoas que ocupavam cargos comissionados, incluindo os secretários de saúde, Tiago José do Nascimento Oliveira, da Fundação de Cultura, Manoel Ponciano de Sena e de Agricultura, Pesca e Pecuária, Francisco Ubiratan. Além dessas demissões,  o prefeito interino irá reduzir o número de contratos de imóveis alugados.

Embora não tenha divulgado os critérios para as demissões, fonte ligada ao Palácio João Melo – sede do poder executivo macauense –  revelou a reportagem do Portal Costa Branca News que o critério utilizado pelo prefeito interino foi a essencialidade dos serviços.

Crise política e administrativa

Essas demissões e outras que acontecerão em dezembro (quando serão exonerados todos as pessoas que ocupam cargos comissionados e contratados), contribuirão ainda mais para aumentar o desgaste politico e administrativo do atual prefeito.

Além desse desgaste, o comércio macauense – que está em crise – sofrerá o reflexos dessas demissões.

Veja a listas das pessoas que foram exoneradas.

Basta clicar na imagem
Basta clicar na imagem

Atualizado às 13:00h

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *