Atletas fazem ótima campanha no Pena Little Monsters

Baia Formosa – Dos nove surfistas que foram a Paracuru-CE, três ficaram em quinto lugar. Apesar de não ter havido pódio, equipe comemora presença marcante na etapa de abertura do Circuito Brasileiro Pro Júnior. 

O maior saldo positivo da viagem realizada pela delegação de surfistas formosenses, rumo ao litoral cearense, para a abertura do Circuito Brasileiro Pro Júnior – Pena Little Monsters 2017, foi a presença de nove atletas no campeonato, realizado de 2 a 5, na Praia do Ronco, em Paracuru-CE. Adauto Soares (sub-12), Ryan Alexandre (sub-16) e Israel Júnior (pro júnior) alcançaram o quinto lugar; Geovana Vitória (sub-16 feminino), em sétimo; e Leonardo Berbet (pro júnior), em nono. Os atletas David Nicolas (sub-14), Deryck Vítor (sub-16) e Jonatha Santos (pro Júnior) avançaram até a segunda fase, e apenas Jardel Lima foi eliminado na primeira.

A primeira etapa do Pena recebeu  161 inscrições de todo o país, sendo 64 inscritos na pro júnior masculino; 22, na categoria feminino; 27, na sub-16; 19, na sub-14; 16, na sub-12, oito, na sub-10 e cinco, na sub-08. “A participação dos meninos foi muito importante, mesmo sem finais formosenses, mas esse é o primeiro campeonato deles em 2017, um evento grande, de alto nível, onde estavam reunidos os melhores do Brasil. É tudo experiência para eles”, relatou Alex Farias, assistente técnico da delegação e professor do projeto Formando Campeões, que contribui para a formação integral de boa parte da garotada de Baía Formosa, celeiro de surfistas natos. Sobre a performance dos atletas, ele destaca a campanha de Ryan Alexandre, que chegou à semifinal com uma ótima pontuação e mostrou um surf de alto nível, apesar de ter disputado uma categoria de base.

Mas, como o surf é um esporte que depende da natureza, que nem sempre facilita a vida dos atletas, ele não teve a sorte de pegar uma onda boa nos últimos minutos da bateria, de modo que o somatório das notas não foi suficiente para atleta disputar a final. O mesmo aconteceu com Adauto Soares, que também disputou a sub-14, e Israel Júnior, eles esbarraram na semi e voltam para casa com o quinto lugar. Júnior é um atleta com vasto histórico de vitórias, tendo sido um dos quatro representantes do Brasil na categoria Pro-Am, na etapa decisiva do Tottaly Crustaceous Tour (TCT), em junho do ano passado, Trestles, Califórnia.

O atleta Alan Jhones, diretor técnico da ASBF (Associação de Surf de Baía Formosa-RN), e atualmente representante do povo formosense na Câmara Municipal, por toda a sua bagagem no surf profissional e carisma com os meninos, acompanhou e liderou a equipe. Ele também comemora o que todos consideram um feito histórico, a participação tão expressivo de atletas formosenses em uma competição de nível nacional. Na sua época, e não faz muito tempo, era muito diferente. Geralmente um ou outro atleta competia em eventos nacionais ou mesmo regionais.

Alan imprimiu um estilo ágil e inovador ao surf de Baía Formosa, caracterizado sobretudo por surpreendentes aéreos (manobra em que o surfista se projeta acima da prancha e faz voos radicais). De sua geração, o nome que alçou o voo mais alto é Ítalo Ferreira, que em 2015 entrou para a elite mundial do surf e disputa pelo terceiro ano consecutivo o circuito promovido pela WSL (Liga Mundial de Surf).

BILLABONG ITALO’S (SUB-16) – Atleta revelação no ano da estreia no circuito mundial e 15º lugar no ranking do ano passado, Ítalo atraiu a atenção da mídia e de patrocinadores para BF e está sendo homenageado em um evento inédito no Brasil, que será realizado no próximo fim de semana, dias 11 e 12, no Pontal, o pico mais famoso da cidade e um dos mais disputado do RN, em dias de Swell e Terral. Entre as novidades possibilitadas pelo evento, está o fato de que a ASBF, entidade formalizada há cerca de dois anos, presidida por Diego Maia “Lander”, recebeu a missão de realizar a supervisão técnica, junto à ABRASP (Associação Brasileira de Surf Profissional). Para este campeonato, o Team BF estará maior e mais forte.

Novos tempos finalmente estão chegando aos picos de Baia Formosa, gerando novas oportunidades e novas expectativas. Diariamente, em dia útil, fim de semana ou feriado, terá sempre inúmeros surfistas, de todas as idades, treinando nos principais picos: Praia do Porto, onde a meninada aprende a surfar, quintal da casa de Ítalo Ferreira; praia da Cacimba, situado na frente da casa de Alan Jhones e Adauto (surfista que com apenas 10 anos já é exemplo para toda uma geração); Pontal, pico de direitas perfeitas, situado sobre fundo de pedra; e Mar Aberto, na praia do Bacupari, onde as ondas quebram para direita e esquerda. Aloha!

#surftrip #asbf_rn #amobf #novageraçãobf #surfistasdopontal #pontaldebf #PenaLittleMonster2017 #monstrosdopontal

Eliade Pimentel – Jornalista profissional freelancer, em ação voluntária para a Associação de Surf de Baia Formosa-RN (ASBF).

Contato: (84) 99142-3289 – Curta nossa Fan Page: https://m.facebook.com/Associa%C3%A7%C3%A3o-de-Surf-de-Ba%C3%ADa-Formosa-ASBFRN-1514428572124113/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *