Após defender reformas, Temer é vaiado em evento com empresários no Rio

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), foi vaiado, nesta quarta-feira (9), durante a abertura do Enaex (Encontro Nacional de Comércio Exterior), no Rio de Janeiro. Após discursar no evento, Temer se despediu da plateia e foi hostilizado por um grupo de pessoas. Algumas exibiram cartazes com mensagens como “Fora Temer” e “Uerj resiste” –está última em referência à Universidade do Estado do Rio de Janeiro, que enfrenta grave crise.

Entre os que vaiaram o presidente, estavam estudantes de Relações Internacionais, como Wenny Campos Teixeira, 22, e Lívia Cruz, 19, que são alunas da UCP (Universidade Católica de Petrópolis), na serra fluminense. Wenny afirmou que o motivo da manifestação foi por “indignação pessoal”.

“Esse governo representa um retrocesso muito grande. Os brasileiros perderam e estão perdendo muitas coisas que foram conquistadas nos últimos anos”, disse. “Esse é o governo da impunidade. Ele [Temer] só se manteve no cargo por causa disso”, completou Lívia.

Em seu discurso, no segundo dia consecutivo de agenda do presidente com o empresariado, o presidente voltou a defender a aprovação das reformas da Previdência e Política, além do que chamou de simplificação tributária.

Temer relatou que, no último domingo (6), se reuniu com os presidentes da Câmara e do Senado para ajustar essa pauta para o semestre e completou dizendo que “se tivermos completado o ciclo”, em referência à apreciação dessas reformas, “teremos um 2018 mais próspero”. As vaias se deram após o final desse discurso.

Foto: André Horta/Fotoarena/Agência O Globo

Hanrrikson de Andrade Do UOL, no Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *