Caiu a ficha

Artigo de Amir Khair

 Este governo finalmente jogou a toalha na tentativa de enfiar goela abaixo da sociedade a reforma da Previdência. Além da oposição, que sempre se colocou em posição crítica a essa reforma, parte considerável da base aliada já manifestou que não votará favorável a ela, mesmo depois do remendo ministerial causado pelo desembarque dos tucanos.

O “teto de gastos” está com os dias contados. Sem as mudanças na Previdência, ele vai naufragar mais cedo do que se esperava. Essa emenda constitucional acabou por se tornar uma armadilha para o próprio governo, mesmo alguns críticos já tendo afirmado que foi um erro aprová-la na Constituição sem, antes, aprovar a reforma da Previdência. Os fatos estão mostrando isso. Colocaram o carro na frente dos bois.

Nada a estranhar. Trata-se de um governo pior que “impopular”. Contra o povo, jactava-se de não se preocupar com a popularidade, pois tinha que ter a coragem de fazer as maldades que iriam atingir milhões de brasileiros. Erro político primário, esse que despreza a reação da sociedade, principalmente espalhada pelas redes sociais, uma vez que a mídia foi comprada com vultosos recursos do governo federal em publicidade.

O mercado sentiu o golpe com a queda da bolsa de valores, mais uma derrota de Temer (engordada pela redução de apoio causada pelo desembarque do PSDB). Temer e sua gangue já não mandam mais nada e só torcem para se manter nas mordomias do Planalto e na falsa ilusão do poder, que se esvai. Triste fim prematuro de um governo que durou um ano e meio. Daqui para a frente, se as coisas não se complicarem ainda mais, vai ser pior que rainha da Inglaterra: “reina mas não governa”.

É natural esperar mais defecções na base de apoio do governo, pois, apesar da intensa campanha que o governo vem fazendo há meses, de que a economia está se recuperando, caiu como bomba a pesquisa do Ibope na qual:
• 21% acham que 2018 vai ser um ano melhor e
• 86% consideram o governo corrupto.

Temer está colhendo o que plantou. Acreditou nas teses do mercado financeiro de que o vilão do país era a Previdência Social, quando é claro que, de fato, o vilão é o MERCADO FINANCEIRO, que a décadas pratica a maior agiotagem impune no País.

A verdade vai aparecendo aos poucos.

Amir Khair (08/12/2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *