Tenho a esperança de ver Jucá sair algemado, diz deputado do PMDB

Gustavo Maia Do UOL, em Brasília

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) foi à tribuna do plenário da Câmara na tarde desta terça-feira (19) e desferiu uma série de ataques ao presidente nacional de seu partido, o senador Romero Jucá (RR).

Pela manhã, durante a convenção nacional da sigla, em Brasília, Jucá anunciou uma “intervenção” no diretório estadual de Pernambuco da legenda, da qual Vasconcelos é uma liderança histórica.

“Quem é Romero Jucá para ameaçar o PMDB de Pernambuco?”, questionou o deputado, chamando Jucá de “figura medíocre, desqualificada, mesquinha, torpe e desonrada”.

“Sou um homem que tem esperança no futuro, e confio na Justiça. Por isso tenho a esperança de ver em breve esse senador sair daqui algemado por uma decisão soberana da Justiça do nosso país”, declarou o parlamentar.

“Se pudesse qualificar Romero Jucá numa única palavra, deixo registrado nos anais da Câmara: é um crápula”, acrescentou, encerrando seu discurso sob aplausos no plenário.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Jucá informou que ele não vai se manifestar sobre as declarações.

A crise no PMDB pernambucano foi deflagrada após a filiação do senador Fernando Bezerra Coelho (PE), que era do PSB. Durante sua fala na convenção, Jucá disse que, “com Fernando Bezerra no comando da legenda”, o diretório seria fortalecido.

“O PMDB de Pernambuco também é um partido de portas abertas. Tem recebido filiações de novas lideranças e de lideranças já consolidadas na política estadual. Abriu as portas, inclusive, para esse senador Fernando Bezerra Coelho, que respondeu ao nosso gesto de boa vontade com deslealdade e traição”, declarou Jarbas, que foi um dos fundadores da legenda, há 51 anos.

Bezerra Coelho pretende se lançar candidato ao Governo do Estado em 2018 contra o atual governador Paulo Câmara (PSB), o que causou uma crise interna no PMDB de Pernambuco, presidido pelo atual vice-governador Raul Henry, que defende a permanência na base.

Ao atacar Jucá, Vasconcelos disse ainda que o senador é “oportunista”, que “se serviu de todos os governos que passaram pelo Palácio do Planalto”, “não tem autoridade política, muito menos moral, para nos ameaçar”.

“Se pudesse qualificar Romero Jucá numa única palavra, deixo registrado nos anais da Câmara: é um crápula”

Foto 1- jc.ne10.uol.com.br

Foto2 – esquerdadiario.com.br 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *