Um único cigarro por dia aumenta o risco de doenças cardíacas e até AVC

Do VivaBem, em São Paulo

Fumar apenas um cigarro por dia é mais perigoso do que se pensa. De acordo com um estudo publicado no periódico britânico BMJ, para diminuir o risco de doenças cardíacas e AVC, é preciso cortar o vício pela raiz.

De acordo com a pesquisa, pessoas que fumaram pelo menos um cigarro por dia tinham, aproximadamente, 50% mais risco de desenvolver doenças cardíacas e 30% mais chance de ter um AVC do que os não fumantes. Os pesquisadores acreditam que essa descoberta é a prova de que não existe uma “quantidade segura” de cigarros.

“Parece haver uma crença de que reduzir o número de cigarros fumado no dia também diminui as chances de distúrbios relacionados ao tabagismo. Embora isso seja verdade nos casos de câncer, não é verdade nas doenças cardíacas e AVC”. explicou Allan Hackshaw, co-autor da pesquisa do University College London.

Hackshaw e sua equipe analisaram dados de 55 relatórios publicados, abrangendo 141 estudos realizados entre 1946 e 2015 com milhões de pessoas.

A equipe analisou os estudos para examinar o quanto o risco dessas doenças aumentou para aqueles que fumavam, em média, um cigarro por dia, cinco ou 20, em comparação com aqueles que nunca fumaram. Segundo Hackshaw, o problema está nas doenças cardiovasculares, nos efeitos no sistema sanguíneo e no coração, que acontecem rapidamente. “Basta uma pequena exposição para lhe dar efeitos nocivos grandes. E é por isso que fumar um cigarro por dia tem um risco muito maior do que as pessoas imaginam. Quando você fuma até 20 cigarros por dia, você está exposto a mais riscos, mas a diferença não é tão grande assim”.

Os homens que fumavam um cigarro por dia tinham 53% do risco de doenças coronárias e 64% do risco de AVC de um homem que fumava 20 cigarros por dia. Por sua vez, as mulheres que fumavam um cigarro por dia tinham 38% do risco de doenças coronárias e 36% do risco de AVC de uma mulher que fumava 20 cigarros por dia.

“Cortar é uma coisa boa, mas realmente para evitar o risco de doenças cardiovasculares [os fumantes] realmente tem que parar”, disse.

Uol

Foto 1: precisoperderpeso.com.br

Foto 2: saude.ig.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *