Homem leva marreta e destrói urna em SC

Por Lariane Cagnini

Um homem de 25 anos entrou com uma marreta em uma seção eleitoral no bairro Graziela, em Morro da Fumaça, no Sul do Estado, e destruiu uma urna eletrônica.

Morador do município, ele chegou a ser questionado por um mesário enquanto aguardava na fila com a marreta dentro de uma sacola plástica. Mas, ao ser abordado, o homem entrou correndo em uma seção, desferiu um golpe contra a urna e foi detido por outros eleitores até que a Polícia Militar chegasse no local.

Segundo a chefe de cartório da 34ª Zona Eleitoral, Isabel Anacleto Placido, as mídias onde ficam computados os votos não foram afetadas. Esses dispositivos puderam ser inseridos em uma nova urna eletrônica e nenhum voto já realizado foi perdido. Ainda de acordo com Isabel, a substituição foi rápida porque os técnicos estavam perto do local.

Conhecidos do homem que destruiu a urna dizem que ele sofre de problemas psicológicos. O eleitor já havia publicado nas redes sociais textos informando que destruiria a urna. Ele também já teria publicado nas redes sociais que iria matar o presidente da República, Michel Temer, e não manifestava preferência por nenhum candidato ou partido.

A lei prevê reclusão de cinco a dez anos para quem “causar, propositadamente, dano físico ao equipamento usado na votação ou na totalização de votos ou a suas partes”.

: Foto: Edson Padoin, arquivo pessoal

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *