Aplausos e vaias caminham juntos

Macau – Na história da humanidade os aplausos e vaias destinadas as autoridades sempre foram motivos de polêmicas e questionamentos. No caso de Macau, a polêmica sobre as vaias destinadas ao prefeito Tulio Lemos – que considerou democráticas –  ficou por conta    exatamente  pelo fato de os alunos do IFRN, campus Macau, não terem aderidos as vaias.

Na democracia todos têm o direito de se manifestar à sua maneira. Uns aplaudindo e ou outros vaiando e isso deve ser respeitado.  Até porque grandes autoridades nacional e internacional já foram aplaudidas e vaiadas.

Por considerar as vaias uma atitude democrática, o prefeito Tulio Lemos demonstra um ato de grandeza. Ou seja, não adere a ditadura que rejeita e pune qualquer tipo de manifestação contrária aos seus interesses.

Em todo caso, sejam aplausos ou vaias têm um sentido que serve como reflexão. No caso das  vaias há uma subjetividade intrínseca que deve ser explicada pelos que vaiaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *