Prefeito Tulio Lemos tranquiliza a população quanto a boatos sobre o seu afastamento

Na Câmara Municipal, vereadores da oposição festejaram o despacho do ministro Alexandre Moraes, em decisão monocrática, de que o legislativo municipal pode afastar prefeitos com decisão da maioria simples.

No caso, o Regimento da Câmara Municipal de Macau prevê que “o afastamento do prefeito se dará com denúncias consolidadas e acatada por 2/3 dos vereadores”. No caso, aqui em Macau, o fato só poderá acontecer com 9 dos 13 vereadores votando a favor do afastamento, como prevê também a Constituição do Rio Grande do Norte e a Constituição Brasileira. Além do mais, a denúncia apreciada pelo legislativo deverá ter fundamentação embasada, o que a oposição não conseguiu fazer, pois nada existe que possa desabonar a gestão de Túlio Lemos. Na verdade, os motivos que os vereadores da oposição alegaram para afastar o prefeito foram “o abandono do Moinho e a deficitária limpeza pública”. A gestão não enfrenta nenhum processo na justiça e nem responde a nenhuma ação do Ministério Público.

Sobre o assunto que vem sendo explorado pela oposição, prefeito Túlio Lemos foi ouvido e disse que “estamos tranquilizando a toda população e esse afastamento desejado pela oposição não acontecerá e para isso já estamos mobilizando nossos advogados. Fiquem tranquilos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *